Thursday, August 30, 2007

5 listas de 5 itens por 5 dias (dia 5).

5 últimos filmes assistidos por LP:

1. As leis da família.
2. Paris eu te amo.
3. A comédia do poder.
4. Medos privados em lugares públicos.
5. O livro de cabeceira.

5 últimas coisas ingeridas por LP:

1. dois comprimidos de tylenol
2. uma xícara de café puro
3. um toddynho
4. uma fatia de pão pullman com polenguinho
5. um copo de plástico de água

5 últimos livros lidos por LP:

1. A menina que roubava livros.
2. Na praia.
3. Como respirar debaixo d’água.
4. Memórias das minhas putas tristes.
5. O pequeno príncipe.

5 descobertas de LP sobre ela mesma:


1. gosta de ler poemas e se emociona com eles.
2. mojito é sua bebida preferida
3. é boa amiga, dessas que você pode ligar a qualquer hora da madrugada.
4. é tranqüila por fora e tensa por dentro.
5. hiperativa – não era uma fase... tudo bem!

5 coisas que LP tem feito de madrugada:

1. dançado com amigos, o que tem sido bem divertido.
2. estudado, sua Pós graduação tem lhe tirado o sono.
3. estado em cafés 24 horas em companhia de
Priscilla da Bahia e Maíra de Floripa +
chocolate quente, pão de queijo e internet... é perfeito!
4. tem recebido mensagens em seu celular,
algumas engraçadíssimas, outras em tanto.
5. chegado em casa só, nem sempre sóbrea
e é aí que não consegue deixar de perceber o
comentário indesejado do porteiro, do tipo
“ foi boa a noite hoje hein Dona Luiza!” eu mereço!rs.

Wednesday, August 29, 2007

5 listas de 5 itens por 5 dias (dia 4).

5 coisas legais que dá para fazer no ônibus ou no metrô por LP:

1. observar as pessoas. Uma por uma.
2. dá para escrever sobre estas pessoas e até desenhá-las.
Ou ainda, ler o jornal.
3. se quiser, pode conhecer a pessoas que
sentou ao seu lado ou a que está em pé na sua frente.
4. se alimentar, o que é bem complicado quando se está dirigindo.
5. dá ainda para terminar de se maquiar, arrumar o cabelo... se enfeitar!

5 coisas super desinteressantes por LP:

1. signo. Papo sobre ascendentes e astros.
2. papo ecológico de gente que não recicla nem o óleo da cozinha.
3. pessoas eu não trabalham nem estudam.
Não produzem seu próprio dinheirinho,
vivendo de mesada,
acomodadas por pais responsáveis demais.
4. Jô Soares
5. fofocas da classe média e alta, dando ritmo à vida das dondocas.

5 coisas legais que LP tem em seu apartamento:

1. seus livros.
2. suas duas poltronas pretas.
3. suas poesias, desenhos e recortes de jornal
pendurados nas paredes, convivendo com ela.
4. seus remédios para dor e o descongestionante nasal,
fazendo-a sobreviver.
5. seus sonhos depositados nos travesseiros,
bem embrulhados em fronhas limpas.

5 coisas que LP tem nojo:

1. cabelo dos outros e seu acumulados na escova
ou espalhados pelo box do banheiro.
2. escova de dente velha.
3. banheiro químico em dia de sol.
4. comida engordurada.
5. de vomitar.

5 cheiros adoráveis por LP:

1. gasolina
2. acetona
3. confort
4. café
5. da torta da mamãe

Friday, August 24, 2007

5 listas de 5 itens por 5 dias (dia 3).

5 dúvidas pertinentes:

1. por que pararam de falar no aquecimento global?
por que está frio?
2. considerando que eu já almocei sozinha,
posso convidar o porteiro para o jantar?
3. é insano brindar com a lata de azeite
o primeiro gole de vinho e passar
o resto da noite conversando com ela?
4. por que você não me liga?
será que deu liga? acha que devo ligar?
5. posso preferir ir ao cinema sozinha?
Não me sinto a vontade para chorar na sua frente.

5 palavras preferidas por LP:


1. obrigada
2. recíproco
3. ame
4. doce
5. tesouro

5 boas lembranças da infância de LP:

1. aniversário de três anos junto com o Chico,
bolo do Mickey, roupa vermelha, laço no cabelo
e de presente uma coleção de carimbos da turma da mônica.
2. um natal inocentemente feliz aos oito anos.
3. a cozinha da vovó Edna, menção especial
para as balas de goma e a coxinha de frango.
4. piscina com a mamãe no final de tardes
quentes – a água parecia geléia.
5. brincadeira de “escravos de jó” ao redor da mesa,
na casa da tia Walde com outras crianças.

5 sensações prediletas por LP:


1. arrepio
2. saciedade
3. ócio
4. saudade
5. exaustão

5 coisas insuportáveis para LP:

1. gente preconceituosa
2. fila de banco e de banheiro
3. pessoas que nunca mudam o visual.
Que estão sempre com o mesmo corte de cabelo
e um pretinho básico que as deixam iguais a todo mundo.
4. pessoas que cospem no chão.
5. atrasos

Thursday, August 23, 2007

5 listas de 5 itens por 5 dias (dia 2).

5 coisas abomináveis da TV por LP:

1. programação de domingo.
2. programação infantil da TV aberta – exceto canal Cultura.
3. jornalismo terrorista.
4. o casal Fátima Bernardes e Willian Bonner.
5. big brother.

5 últimas alegrias vividas por LP de ontem para hoje:

1. ter recebido sua irmã em sua casa.
2. ter tido companhia no café da manhã.
3. achou-se emocionalmente equilibrada lá pelas duas da tarde.
4. perdeu-se às 17h
5. pesou-se e sorriu para seus 52 k

5 produtos que LP considera cruéis:

1. Biothônico Fontoura é dose pra leão.
2. sabonetes íntimos líquidos para nós mulheres
que tem além de nomes bizarros (ex.: Dermacid)
tem propagandas machistas e embalagens horríveis cor de rosa.
3. Corega – a fita adesiva para dentadura (quer dizer, prótese)
que permite que você coma até maçã e sorria num churrasco.
4. cremes hidratantes bronzeadores e luminosos
que prometem fazer você brilhar.
5. TAK 500 - você toma um comprimido
que vira uma esponja sugadora de gordura.
Aff!! Isso existe!

5 sonhos de consumo de LP

1. aquela máquina de fazer suco que
se você enfia uma cenoura inteira e uma beterrada
resulta num suco incrível de múltiplas vitaminas.
2. um apartamento
3. uma TV tela plana daquelas bem fininhas.
4. sapatos para o verão 2008
antes de todo mundo e antes mesmo do verão chegar.
5. tecnologia.

5 preocupações constantes:


1. não sentir nada. Só sentir muito.
2. bem estar de sua família e amigos.
3. o quanto se produz de dinheiro X o quanto se gasta para viver.
4. juros do cheque especial, dos cartões de crédito.
5. falta de tempo. Os dias, semanas, meses e anos passando por mim.

Wednesday, August 22, 2007

5 listas de 5 itens por 5 dias.

5 coisas que irritam LP:

1. pessoas que falam demais.
2. que roubam comida do meu prato (só batata frita pode).
3. que sempre que me encontram, reclamam da vida,
do trabalho, da família, do namorado, da cunhada, da casa...
4. que tomam suco enquanto eu tomo cerveja.
5. que não sorriem fácil, largo e solto.

5 coisas que agradam LP:

1. bebês ruivos.
2. jantar com os amigos em restaurantinhos pequenos e aconchegantes.
3. pessoas inteligentes, sorridentes e generosas.
4. um café expresso, bom papo e adoçante.
5. poesias de Mallarmé.

5 coisas que emocionam LP:

1. arte
2. vovó Edna e seu Auseimer.
3. cheiros de infância, memória, saudade.
4. palavras sinceras ditas de pertinho.
5. amanhecer – anoitecer.
Ela quase nunca tem a chance de observar estas passagens.

5 coisas que LP gosta de fazer aos domingos:

1. tomar sol na cama (no inverno).
2. almoçar com amigos e ou família.
3. tomar um bom café da manhã, mesmo que seja meio dia.
4. cinema, exposição, teatro... sozinha ou acompanhada, não importa.
5. se conseguir acordar cedo, sair para correr no parque mais próximo.

5 coisas que dão a LP muito prazer:

1. chocolatinhos pequenininhos muito bem embrulhadinhos e saborosos.
Gosta de derretê-los no céu da boca.
2. sexo com intimidade.
3. estourar bolinhas do plástico bolha.
4. vender.
5. brincar com sua sobrinha e outras crianças como se fosse da idade delas.

Friday, August 17, 2007

Se é que há.

Vê se fica feliz!
Com coisas simples, mais palpáveis.
Seja fácil comigo. Serei com você incondicionalmente.
Pare de colocar sua felicidade
tão distante da palma de suas mãos.
Seja feliz agora, neste instante.
Permita-se.
Tranqüilamente a andar num novo ritmo.
Acompanhe-me.
Dance...
Seja mais maleável.
Mais engraçado.
Tente rir um pouco.
De você, aos poucos.
Sorrir ao outro.
Dar sua atenção, um minuto do seu dia
para as pessoas que te querem bem.
Telefone pra elas.
Encontre-as.
Tente gostar de quem gosta de você.
Perceba... Todos têm algo de bom.
Faça a troca. Comércio. Escambo.
Traga-me o melhor de ti e leve consigo o melhor de mim.
Tente!
É um exercício que toda pessoa inteligente deve fazer...
Venha disposto!
A tarde será agradável.
Saudável.
Impreterivelmente.
Porque vou fazer ela acontecer assim.
Vou te falar coisas que sei que gostaria de ouvir.
Farei elogios que saem de mim.
Naturalmente.
Vou dizer que está lindo.
O dia. Você.
Que seus sapatos são lindos e o casaco impecável.
Vou dizer ainda algo positivo
sobre seu cabelo e a tatuagem nova.
Te farei especial ao meu lado.
Tomaremos um chá quente com bolachas.
Será confortável. Macio.
Você poderia me levar para um café.
Adoçar-nos por nada.
Em troca te darei flores.
Um cheiro de mato.
Algo verde para colocarmos na sala.
Algo vivo.
Faça-me te ver bem vivo.
Pulsante.
Indagando, perguntando, questionando.
Traga pra nossa mesa palavras bem colocadas.
Que combinem com a gente.
Histórias engraçadas. Invente coisas boas.
Situações.
Traga-me suas novidades. Dúvidas.
Divida-se comigo.
Seja generoso.
Intenso e leve.
Leve-me para seus sonhos
sem que tenhamos que sair da cadeira.
Não tenha medo de dizer suas verdades.
Acredite na capacidade do outro em te compreender.
Seja sincero consigo. Com o mundo. Com todo mundo.
Na medida certa.
Faça-me sorrir com os olhos.
Olhe-me nos olhos e guia-me com os teus.
Me mostra teu universo. Sua música preferida.
O último livro de ontem.
Me ensina a ser.
Tome sol aos domingos.
Vá ao cinema, ao teatro e me convide, por favor.
Faça algumas surpresas.
Surpreenda-se.
Estude.
Cozinhe e convide amigos para o jantar.
Durma por oito horas ao
menos três vezes por semana.
De pijama quente, cobertores macios
e um bom travesseiro.
Faça exercícios físicos.
Vá à praia.
Ande descalço na areia, na grama.
Pare a tarde para um sorvete.
Contemple um dia terminando
ou começando, sem pressa.
As maravilhas das cores do céu.
Espreguice.
Recicle o lixo.
Não responsabilize o outro.
Faça por si mesmo.
Ame. Seja cordial.
Sensível.
Sinta, não consinta.
Economize desafetos e água.
E não desperdice energia com bobagens.

Saturday, August 11, 2007

Fase Boa Porque:

Mora só.
Almoça sozinha.
Janta sozinha.
Conversa com as plantas que estão
bem distribuídas na janela do banheiro.
Com a lata de azeite logo no primeiro gole de vinho tinto.
Tinta. Pinta.
Os olhos e a boca antes de sair de casa.
Os cabelos. Deixa crescer.
Formada em Artes Plásticas pela FAAP
resolveu agora aos 28, voltar a estudar.
Pra ocupar o tempo que não tem.
Ausência de si.
Matriculou-se na Pós de Comunicação
com ênfase em Jornalismo Cultural pela PUC.
E tem adorado ir até lá três vezes por semana
pra pensar literatura, cultura, arte e religiosidade.
Trabalha com moda desde menina - estilista.
Faz disso um comércio, com três lojas pra cuidar
de segunda a sábado.
Aos domingos dedica-se ao sol que vêm
visitá-la depois do meio dia.
Se o dia insistir no cinza ela sai pra correr,
pra nadar, pra ver exposições, teatro, cinema.
Nada de ficar em casa!!!
Não tem visto nada na TV.
Precisaria de muitas ritalinas
para chegar ao final dos DVDs
que tem na estante do quarto.
Mas não se droga porque não tem acesso a elas.
E não sente nada.
Nem sente muito.
Ainda...
Isso a tem deixado um tanto transtornada.
Se bem que “tudo bem”. Vai passar.
Pensou em andar numa montanha russa
pra ver de novo seu coração palpitar.
Alimentou a chance de levar uma surra
pra ver se a dor residia novamente em seu corpo.
Mas tudo não passou de projetos.
Odeia projetos.
Gosta de executar.
É pragmática.
Funcional.
Desenha poesias e gosta muito de escrever
em seu livro de cabeceira,
que na verdade não é de cabeceira, mas de bolsa.
Fica na bolsa. Preta como as unhas.
Dentro, dois comprimidos de neosaldina,
uma aspirina efervescente,
uma pasta e escova de dente,
uma cartela de dorflex (parcialmente consumida),
um livro quase no fim.
A agenda,
as contas a serem pagas,
uma caixa de antiinflamatórios
receitada por seu amigo psiquiatra,
alguns elásticos e presilhas de cabelo.
O celular.
A chave do carro, da casa,
das lojas e do seu cofrinho que não
tem nada dentro, a não ser
lembranças que ela não consegue
deixar espalhadas pelo apartamento.

Friday, August 10, 2007

Constatação veloz de uma mulher de quase 30.

A ansiedade me mata aos poucos.
Se pelo menos ela me matasse rápido...

Wednesday, August 08, 2007

5 Dúvidas de uma mulher de quase 30:

- Como se faz pouca sopa?
- Por que pararam de falar no aquecimento global? Por que está frio?
- Por que você não me liga? Será que deu liga? Será que devo ligar?
- Considerando que eu já almocei sozinha, posso convidar o porteiro para o jantar?
- É insano brindar sua primeira taça de vinho com o litro de azeite
e passar o restante da noite batendo um papo com ela?

Responda!
rs.
É só uma piada x 5!

Podemos almoçar? Você leva sua namorada e eu levo meu bom humor...

Monday, August 06, 2007

A Frase do Homem Contemporâneo.

Depois de uma longa reflexão foi eleita a frase
mais dita pelo homem contemporâneo de meia idade.
Pelo menos é a que eu tenho mais ouvido
com meus próprios ouvidos e olhos que
não escondem a insatisfação imaginária
do repetido repertório triste quando se diz:

“Eu não valho nada.”

E a pergunta que me sobra é:
Quer mesmo falar sobre isso?

rs.