Thursday, December 04, 2008

Armando assim, de confabulando.
















Termino o ano amando.
A mando dos juros do meu cheque especial.
A mando do que a natureza resolver guardar pra nós.
Presa no trânsito.
Tomando chuvas de verão.
Termino 2008 amando quase tudo o que vejo
através do vidro embaçado do carro.
Por onde passa o menino de rua e joga espuma
mesmo que eu lhe implore que não.
Não queria, mas obrigada por passar
o rodo enquanto a cidade inunda.
O vendedor de mapas insistindo para que eu perceba...
Estamos todos perdidos.

Termino o ano amando.
Você e tudo que vem junto contigo.
Observo.
É a primeira vez que me vejo assim.
A mando dos prazeres.
A mando do coração com razão.
Das lembranças que não consigo
ou não quero apagar.
Dos medos.
Da violência.

Termino o ano aliviada por este estar acabando.
Sedenta por 2009.
Cheia de planos.
Com fé e pouca esperança.
Aguardando que a crise me apanhe.
Dando a cara à tapa.
Colecionando sardas.
Deixando o cabelo crescer.
Com novas cenas para desenhar e escrever.
Com coragem.
Transbordando sensações boas.
E sabendo que posso morrer de
excessos a qualquer momento.

Fecho 2008 amando o teatro de nossas maneiras.
Delicada.
Aguardando você chegar pra te levar
pra passar outros anos ao meu lado.
Até a gente ficar velhinho.
Até meu joelho enrugar.
A mando do que sinto, do que me despertas.

Termino o ano amando.
Dormindo pouco para dar tempo de fazer tudo
o que eu achava que faria nestes 364 dias
que passaram por mim rápidos demais.
Feliz por não estar triste.
Ciente de que passei por dias melancólicos
em meados de junho e que papai tinha razão ao alertar-me
que “tristeza não paga dívida”.

Termino o ano reunindo as cartas que
mamãe me escreveu, repletas de preocupação, atenção e cuidados.
Com os amigos lá em casa.
Risadas.
Com Marina, a irmã mais velha ainda querendo mandar em mim.
E eu deixo.
Não deixa de ser um mimo.
Um homeopata na manga.
Francisco bem perto.
Nona esquecendo.
Rosa descobrindo.

Acabo 2008 com mais dúvidas do que certezas.
Com saúde.
Saudade.
Cheia.
Pois estou amando...

13 comments:

Sheyla said...

Oi, td bem???
amei daqui é super fofo e meigo!!!
bjus depois passa no meu!!

Marassi said...

Se termina 2008 assim, com mais dúvidas do que certezas posso te garantir você está no caminho certo. Porque quem tem duvidas, tem chances de mudar, e se muda, cresce e aprende! Desejo para você menina que as palavras possam sempre transbordar suas incerteza, elas por sua vez causam inspiração. Tudo de bom. E um 2009 com mais Dúvidas ainda! Beijos

Jannie Abrita said...

Fantástico. Um post q me identifico. Estou amando. ele longe. Esperando voltar.
Acompanho msm. Nao conseguir entrar no link da ball´s. Passa no meu e coment c um endereço.
bjs

Bloom said...

' me indentifiquei com sua poesia :)
Apesar de eu ser uma menina, entendo suas poesia e adoro o trabalho que você faz!
Passa no meu e comenta porfavor!
bj*

Marco islAa said...

Muito legal a sua poesia e o seu blog todo! muito legal mesmo.Tô te add aí...
abração

Ariadne said...

Lindoooo!!! Coisa mais difícil é conseguir tanta simplicidade nas palavras, ao ponto de que elas se tornem a pura expressão do nosso dia a dia.

Ariadne said...
This comment has been removed by the author.
Ariadne said...
This comment has been removed by the author.
RDR said...

OI!!
te achei super legal ...t assisti no scrapMTV
me passa por e-mail seu msn pra gente tc!
queria t mostrar uns desenhos de moda q eu fiz!!!

bjaum!

Mary said...

ah vi a sua entrevista na Mtv
achei vc muito carismática
bjks

Danielle N.D said...

adoreeei!
que você continue se enchendo em 2009 :)
só de coisas puras e belas e que combata e transforme qualquer coisa ruim que ouse se aproximar.

beijos, Danielle Nayra.

Sr. Despedaça Corações said...

Me ame também, Luiza.

Letiiiiicia said...

Oi! Assisti sua entrevista na MTV, adorei a sua história ! Deve ser fascinante crescer em meio a ess mundo de botões, linhas, agulhas, tecidos ... Inspirador !

Vou acompanhar seu blog a partir de já !

Beijos e até um próximo post,
~ Letiicia Oliveira