Saturday, May 09, 2009

1 beijo e até mais tarde.

Quero te deixar livre.
Quero você sem obrigações comigo.
Te quero pró prazer.
Deve ir sem dar satisfação.
Não quero te preocupar.
Quero que vá, que parta.
Que me despedace.

Deixe-me cá onde estou.
Onde sempre estive.
Da onde nunca fugi.

Quero que saibas que sobrevivo.
E você também.
Peço apenas que caminhe em sua direção.
Que me deixe aqui sem sentido.
Que tome seu rumo.
Seu drink.
Encontre-se.
Assemelhe-se.
E me deixe. Só.

2 comments:

Ariel Almeida said...

e o despedaço nos deixa atônitos
com datahoradia marcados
ainda assim nos quebra feito papéis
quando você escreve que vai partir.

para lá que nunca estive vou,
d'onde sempre fugi
só porque você me partiu.

andemos avante ao alento
reencontrando apenas o breve adeus
d'alguém muito igual para ser diferente.

só hoje.
todos os dias
pedirei-lhe
que só hoje.

Aline Sprite said...

que bonito. apenas o caminhar, sempre em em frente. ne luxo, nem lixo. sabe assim, andar na fronteira? isso é desapego saudável, me agrada (:

gosto do teu blog, estou sempre por aqui... beijo, boa semana!